quinta-feira, 27 de setembro de 2007

Dentro da Canção Eslava

...


os estrangeiros teriam mantido silêncio durante toda a conversa.
Falava-se de uma história de três caçadores de sonhos, que haviam
se perdido entre o sono e a vigília. Na verdade, todos os três
se encontravam em um sonho espaçoso,onde pisavam na areia
e sentiam frio sem abrigo da chuva e do vento. Cães selvagens
latiam a espreita e Mustafah calava tranquilo, sabendo que os
cães sérvios mordem antes de ladrar.
Esperavam ansiosos o amanhecer, quando poderiam apanhar
o próximo sonhador e fugir das margens gélidas e imaginárias
do Volga


...

4 comentários:

Petru disse...

de dentro da cantoria onirica o eslavismo bateu com crueldade o ato do palhaco ..

Luiz Coelho disse...

"sabendo que os cães mordem antes de ladrar"

Eles ladram em algum momento?!

poblenou disse...

carajo hombre estas de la puta madre la POESIA carletista !!
nosotros desde leme hasta poblenou los saludamos !! BALEEE

- Marechal Carleto - disse...

Eles tavam ladrando ou seja, morder eles não vão...

Marechal Carleto Gaspar 1841

Marechal Carleto Gaspar 1841