terça-feira, 27 de fevereiro de 2007

I

.

FUMO UM GUDANG DE CRAVO E ESTOU TONTO

CAMINHANDO MUITO CEDO DE MANHÃ
PELAS TELHAS DE BARRO
NOS CONFINS DE UMA CIDADE ESLAVA
OLHO O TANQUE ABANDONADO PELAS MILÍCIAS
SUJEITOS DECENTES, ESSES SÉRVIOS

EM TÂNGER, FALANDO DA MATEMÁTICA EUCLIDIANA
DESCREVIAM O CAMINHO PELO GANGES VIRANDO À ESQUERDA NO BRAHMAPUTRA E SUBINDO ATÉ OS MONTES DA BIRMÂNIA;
APÓS A QUEDA DE BIZÂNCIO NÃO TINHAM PRA ONDE IR...

UM MENINO DE QUATRO ANOS MARCHA ATRÁS DA SENHORA DE PRETO
MAL SABE ELE QUE A PRÚSSIA DECLAROU GUERRA CONTRA PARIS,
QUE O EXÉRCITO JÁ SE APROXIMA DA CIDADE...
STENDHAL PASSEAVA PELO CAMPO
E NÃO ENTENDEU AQUELA MOVIMENTAÇÃO DE CAVALOS EM WATERLOO...

BOLÍVAR,COM SALVO-CONDUTO, SAIU AFUGENTADO PARA A JAMAICA

FORA ESCREVER CARTAS E TRATADOS

AO LADO DO CANSAÇO NA MOCHILA
OS SAPATOS FURADOS DE COURO DE TEJU
COM UMA PEDRINHA NO BOLSO DAS MURALHAS DE CARTAGO
COBERTO PELO RENDADO VERDE E BRANCO DA SENHORA EM BOGOTÁ

DESCANSANDO SOB O CARVALHO EM BADEN-BADEN
O MOÇO
ARMADO DE UM MOSQUETE AUSTRÍACO
E O MAIS VELHO SONOLENTO
CASAS DE FAMÍLIAS RICAS E TEATROS
AS ARMADILHAS DO ÓPIO NAS ESTRADAS DO PALÁCIO

VIM PARA ATENAS E NÍNGUEM TOMOU CONHECIMENTO
ANTES SER DO BONDE SOM A POSSUIR TODO IMPÉRIO PERSA
CARLETO BRADAVA FURIOSO
"OS HOMENS AO FUGIR DA MORTE,
PERSEGUEM-NA. INSENSATOS;
TEMENDO A MORTE QUEREM ENVELHECER"

A CORAGEM FAZ PEQUENOS OS GOLPES DO DESTINO
“MEU IMPÉRIO JÁ BASTA”
O DESEJO DE TER MAIS DESTRÓI O QUE ESTÁ A MÃO,
COMO PARA O CÃO DE ESOPO

“A GUERRA CIVIL”, MEU BOM GENERAL, “É UM MAL PRA AMBAS AS PARTES,
POIS PARA VENCEDOR E VENCIDO A DESTRUIÇÃO É IGUAL”
“EU SEI DISSO, NOBRE CAPITÃO,
MAS EXISTEM PENSAMENTOS MAIS FORTES QUE NÓS
A LIBIDO É INTENSA AQUI NOS TRÓPICOS”.


AGRADÁVEL SAUDOSISMO LUSITANO
VARANDAS VERMELHAS DE FLORES NAS PRAIAS DE MADAGASCAR
CHUVEIROS DE ÁGUA QUENTE,
DE OLHOS FECHADOS E PENSANDO
PORQUE ESCREVER SE ISSO NUNCA TRARÁ O SUSTENTO

CONTO DEZENOVE BARCOS NAVEGANDO NA ENSEADA
JOGO O PIÃO NA AREIA E O DIA É FRIO E NUBLADO
LITERATURA, VÍCIO INGRATO
ANTOLOGIAS, COLETÂNEAS, CITAÇÕES, VERSOS
DESCUBRO O INVISÍVEL NO TRANSE DA SACERDOTISA EM DELFOS

EM ROMA
JURAMENTOS CONSAGRADOS À GUERRA
JUDEUS NEGROS DA ABISSÍNIA ENRAIZADOS NAS MONTANHAS
PETRARCA A COPIAR SONETOS DE UM COLEGA DE OFÍCIO
MARCO ANTONIO ATUANDO COADJUVANTE NA OBRA DE SHAKESPEARE

COPTAS NO EGITO CAVANDO SUAS IGREJAS NA ROCHA;


NA MINHA PASSAGEM DAS HORAS

COLTRANE BOB E CAETANO

MORERÉ GUARDA VEADEIROS

GRANDE SERTÃO E VEREDAS INEXPLORADAS


PAIXÕES VIOLENTAS EM NAVIOS A REMO
AS PONTES IMPLODIDAS AO LONGO DO DANÚBIO
NA PORTA DO CASEBRE MEU CORAÇÃO DECIDIDO

A VIDA INTEIRA POR UMA BEBEDEIRA EM CRETA


ROMA PERMANECE EM PÉ TODAVIA
COM
SUAS TORRES E TEMPLOS A ABRIGAR OS QUE MANDAM NO MUNDO
COM SEUS LIVROS DE GENTE MORTA A FORMAR ERUDITOS
SUAS PROMESSAS DE GLÓRIAS E IMPÉRIOS.

TIBERIS FLUVIUS


O SOLDADO SE DESPEDE DA ALDEIA, ADEUS FELICIDADE RURAL, ADEUS MENINAS, ADEUS
A BLIETZKRIEG TEM HORA MARCADA,
NO ALTO DA TORRE VIGIANDO...
É O HOMEM QUE SE DEBRUÇA NA JANELA COMENDO UM BOLO PASSADO
TODOS SABEM POR LÁ:
É IMPERATIVO EXPLODIR O QUE PASSA
O SEMPRE ADIAR TORNA SEM FIM AS AÇÕES..


VOLTO AO MEU SONHO
FINJO NÃO SABER O QUE DIZER PRA ELA
DESFAÇO O FEITIÇO DOS ÍNDIOS NO ALTO JAVARY
RENEGOCIO O TRÁFICO DE PUTAS EM SÃO FELIX DO XINGU..

SOU CANDIDATO POR SANTARÉM


INSISTO E NÃO SEI SE VAI DAR CERTO


MAIS COM OS VISIGODOS QUE COM MEU PAI
FETTUCINE A BOLOGNESA NA MESA
ESTOU NA CADEIRA QUE EU GOSTO
NUMA CABANA SOZINHO LONGE DO MUNDO
NUMA CABANA VAZIA LONGE DE DEUS
SEMPRE ALGUÉM POR TRÁS DA PORTA A ESCUTAR A VOZ
TIRO O ELMO PARA COMER O FETTUCINE
MANCHO A CAMISA BRANCA COMO QUEM DESPERDIÇA A VIDA

E FUMO O GUDANG DE MENTA PARA REFRIGERAR OS PULMÕES..



------------- / / ---------------

Um comentário:

mister gustavo sampaio disse...

a rodritália felicita os versos de carleto !!!!!

Marechal Carleto Gaspar 1841

Marechal Carleto Gaspar 1841