quinta-feira, 4 de junho de 2009

Carleto Gaspar - 1799

.
Parecia o deus Baco em sua toca, ou algum demente conquistador espanhol enquistado em sua fortaleza na montanha. Tinha um riso magro como arame, a barba prata e alongada, os olhos opacos que jamais miravam diretamente qualquer coisa.
.
Beberrão e dissoluto, ameaçava balear qualquer um que não aceitasse um convite para beber com ele. Certa vez queimou dois fazendeiros que se recusaram a sentar em sua mesa. Tinha um ódio especial a seus prisioneiros lusos, e os tratava de maneira bárbara, desmembrando-os ou assando-os vivos sobre uma grelha.
.
Dizia-se que sua família era composta de mouros convertidos que habitaram a Andaluzia. Seu avô era um estancieiro feudal que proibia duelos de faca e que pregava a palavra de deus a seus escravos.
.
Sua casa, erguida nas selvas à beira do Caraíva, era seu lugar de refúgio. Seu quarto, forrado inteiro com couro de onça, no chão e nas paredes.
.
A casa cheirava a escuro, a arredores chovidos, ao cheiro de velhos couros apodrecidos. As grades e paliçadas dos currais, envelhecidas como se delas fossem brotar idades e montanhas.
.
Ao longo das paredes, os bancos de terra cobertos de madeira que serviam para sentar e para dormir. Era uma casa aparentemente móvel, pois a carregava no lombo dos da tropa durante suas viagens de exploração.
.

9 comentários:

Paulo Henrique Motta disse...

manda mais, mestre!!!

p. disse...

descançar no sabado ?
are you In times of midlife crisis?

bora pelo menos combinar um boldo salutar ae rei ..

Carleto Gaspar 1797 disse...

É que os dias ideais para sair são 2a, 3a e 4a...

Lembre dos velhos anos dourados de orquestra imperial todas as segundas-feiras no Ballroom

A semana já começava envenenada

;)

p. disse...

fodes crê my frem .. isso tudo ae é mais que subentendido , poréém , não acho que o sábado deva ser esnobado , rsrsrs .. mas foda-se tmb, cê sabe né . .

omnia in uno disse...

o tio do pedroca conhece essa figura - e o energúmeno, que só bebe Skol, foi induzido a beber Schincariol acreditando ser um braço da sua cerveja de estimação. pergunte ao sobrinho.

beijos

Luiz Coelho disse...

desconfiava de quem o abordasse com um copo de água mineral?

Carleto Gaspar 1797 disse...

Paulinho,

Aguarde que vem mais

grande abraço

Carleto Gaspar 1797 disse...

Laura,

vou ver se ele me apresenta a figura, para que, quem sabe, eu possa entrevistá-lo

Carleto Gaspar 1797 disse...

Se oferecesse água mineral pra ele perdia a mão e o braço

o maluco era pura truculência

Marechal Carleto Gaspar 1841

Marechal Carleto Gaspar 1841