sexta-feira, 9 de maio de 2008

Por Muhammad Ibn Ishaq


Se a mãe largou o
marido para trás
se Dario atacou todas
as regiões da terra
se o discípulo se
recusa a atender
o telefone
se barbitúricos
se flautistas
se o excesso
de trabalho

Desculpem.

São os índios que
usam o vento como
baquetas
são os anjos que
fabricam os isqueiros
são os peixes que
carregam no lombo

a espinha.


5 comentários:

Luiz Coelho disse...

A sintaxe é fundamental, desde que revisada, para uma nova possibilidade de significação, sem comunicação unívoca. este poema revisa a sintaxe, enumera sem ser caótico, sua lógica não é a mesma daquela que representa, essa apresenta!

Eulouco disse...

Espada
corta
Música
em um

Anônimo disse...

Enquanto os anjos fabricam apuros
O diabo engendra sonhos...

Saudade do amigo
Grande abraço,
Pondé

gduvivier disse...

caracoles
fantastico
em todos os sentidos

Priscila Lopes disse...

Fenomenal. Cortante até.

Não bastasse a criatividade envolta no blog, há dentro dele também talento.

Apareça no Cinco Espinhos, conheça nossa proposta.

Abraços!

Marechal Carleto Gaspar 1841

Marechal Carleto Gaspar 1841