terça-feira, 29 de abril de 2008

A vitória alada de Samotrácia

..

O rei de Assur convoca seus valentes:

Precipitam-se até as muralhas; instala-
se o abrigo. São forçadas as portas que

dão para o jazigo. A estátua é coberta,

retirada; suas servas, queixosas, são
levadas. Pássaros pousam nas cebes.

No tempo frio, brilha o sol.

.

2 comentários:

a clara menina Clara disse...

"No tempo frio, brilha o sol."
vou levar isso comigo.

Volta lá quando quiser!
beijo!

mônica disse...

querido carlos,

fizeram bom uso da "BoaDica"?

espero que tenha sido quase uma BoaNova.oxalá!

gostaria de informações acerca dessas terras banhadas pelo mar, ando um pouco resabiada.

os folhetins não me trazem notícias confortantes. arma na mão dos homens pode acabar com um futuro promissor. cuide das terras de clarice, ela agradece.

Como já a sabia C.Nunes:

"As pragas e as ervas daninhas
As armas e os homens de mal
Vão desaparecer nas cinzas de um carnaval (2X)"

Bacio ragazzo!

Ps: também aguardo notícias de sua belladona.

Marechal Carleto Gaspar 1841

Marechal Carleto Gaspar 1841